PC-XT

Artigos por Etiquetas

 
 

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Olá pessoal. Hoje tenho mais uma dica (Monitor Commodore 1084 no PC-XT) de monitor que serve perfeitamente no PC-XT. Infelizmente esse monitor não é novo, porém é um monitor tão bom e completo que vale um artigo.

O monitor que estamos falando é o Commodore 1084 (mais especificamente o 1084D e o 1084S), trata-se de um monitor colorido CRT (ou de tubo) fabricado entre os anos 80 e 90.

 

Commodore_1084-D_www.rabayjr.com_ Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

 

Sei que não é um monitor facinho de achar, mas sempre aparece algum para vender no Mercado Livre ou OLX das mãos de colecionadores e retro-entusiastas.

Na minha opinião vale muito a pena possuir um.

Eles são bem construídos, tem uma qualidade superior de imagem, tem várias entradas, possuem som interno, etc.

 

IMG_20110221_000152 Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

IMG_20110221_000157 Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

 

Eles foram produzidos inicialmente para o Commodore Amiga, mas servem para quase todas as nossas máquinas retrô já que são multisync. Nesta lista inclui-se MSX, ZX Spectrum, PC-XT, etc.

Não vou me ater a colocar nesse artigo a especificação técnica desses monitores, para isso peço que acessem esta página com informações detalhadas sobre cada monitor commodore.

Também deixo aqui um link para baixar o Manual de Serviços do Monitor Commodore 1084D e o Manual do Monitor Commodore 1084S-D, ambos trazem informações adicionais para vocês realizarem seus projetos.

Bom, mas o que é necessário para colocar esse monitor no PC-XT? Simples, apenas um cabo.

Como é esse cabo? Você vai precisar dos seguintes materiais para fabricá-lo:

1 Conector DB-9 Macho (esse conecta na placa cga do PC-XT)

1 Conector DB-9 Femea (esse conecta no monitor 1084)

Conectores-DB9-Macho-e-Femea Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

2 Capas para os 2 Conectores

cabos-conectores-adaptadores-en-acessorios-pc-353211-MLB20502980719_112015-Y Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

1 metro cabo 8 vias (pelo menos) –  Cabo Manga 8X26 AWG BT

cabo_manga_vias_blindagem_1_1_1 Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

(solda, ferro de solda, etc)

Um detalhe, esse cabo é para monitores que possuem uma entrada VGA 9 pinos, pois existem alguns monitores que possuem pinos DIM e outros ainda, SCART. De qualquer forma esse artigo já dá uma base para fazer o cabo para esses outros conectores.

O esquema de ligação é um dos mais simples, pois é basicamente 1 para 1 na ligação dos pinos:

CGA = Color Graphics Adapter

Videotype: TTL, 16 colors (também conhecido como IBM RGBI). (15.75 KHz – 320×200 or 640×200)

 

PINO MONITOR 1084 PC-XT

DESCRIÇÃO

1 GND GND Ground / Terra
2 GND GND Ground / Terra
3 R R Red / Vermelho
4 G G Green / Verde
5 B B Blue / Azul
6 I I Intensidade
7 RES N/C Reserved/Não Conectado
8 HSYNC HSYNC Horizontal Sync 
9 VSYNC VSYNC Vertical Sync

 

Vamos à construção:

 

20160519_112747 Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

20160519_112834 Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

20160519_112539 Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

20160519_113211 Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

20160519_113118 Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

20160519_112552 Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Uma dica: Quando for soldar os terminais, sempre coloque solda em todas as pontas dos fios  e também nos terminais dos conectores ANTES.

Depois é só soldar, isso deixa o trabalho beeemmm mais fácil.

Outra coisa, a malha que conforme as fotos deixei enrolada, solde na carcaça do conector, assim fica tudo bonitinho e funcional.

Um último ponto, os terminais DB-9 tem o número dos pinos marcados na parte plástica, se não enxergar, utilize um lupa para visualizar melhor. É muito importante que os conectores sejam soldados nos pinos certos ok.

Com o cabo pronto plugue o mesmo no monitor (DB-9 femea) e no PC-XT (DB-9 macho).

Coloque a chavinha, localizada na traseira do monitor, no modo Digital ou RGBI.

E por fim, no painel da frente do monitor tem uma chave mais a direita (bem no comecinho), coloque-a no modo RGB.

 

Cabo-db9-rs232-macho-femea__16531_zoom-e1463692666867 Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

 

Agora é curtir o computador no seu melhor estilo retrô.

 

20160519_182458-e1463695144226 Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

20160519_182515-e1463695204205 Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

20160519_182531-e1463695104288 Monitor Commodore 1084 no PC-XT

Monitor Commodore 1084 no PC-XT

 

Até a Próxima!

1,545 total views, no views today

FPGA uma Super Solução em Retrocomputação

Esse artigo é para dividir com vocês a fantástica solução denominada FPGA, esse artigo não tratará dos detalhes da tecnologia empregada, mesmo porque o assunto é vasto e merece que se aprofunde para compreende-lo melhor. Mesmo assim, no final do artigo deixei uma lista de referência para quem quiser entender melhor os detalhes dessa tecnologia. A idéia aqui é reunir o que existe no mundo da Retrocomputação sobre os consoles implementados sob FPGA.

 

O que é FPGA

 

Um FPGA (Field Programmable Gate Array, em português Arranjo de Portas Programável em Campo) é um circuito integrado projetado para ser configurado por um consumidor ou projetista após a fabricação – de onde advém “programável em campo”. A grande maioria dos chips que encontramos em nosso dia-a-dia, circuitos que acompanham as televisões, celulares, etc., já vêm todos pré-programados, isto é, com as suas funcionalidades todas definidas no ato de fabricação. Surgiu então uma categoria nova de hardware reconfigurável, o qual têm as suas funcionalidades definidas exclusivamente pelos usuários e não pelos fabricantes.

Traduzindo a grosso modo, é um chip no qual se pode programar  circuitos lógicos inteiros dentro dele.

 

O que dá para fazer com isso:

Muita coisa,  mas quero manter o foco dentro do que estamos falando, porque muita coisa é muita coisa mesmo.

 

FPGA no mundo Retrô

Algumas pessoas entenderam que se poderia implementar uma máquina (computadores ou video games) inteira dentro de um FPGA. Assim surgiram as implementações mais fantásticas que já vi.

Alguns podem dizer “mas já existem excelentes emuladores que fazem isso”. Verdade mas, venhamos e convenhamos, os emuladores por melhores que sejam não dão aquela nostalgia de um console real. Mas as implementações sob um FPGA dão. Inclusive se parece muito com a máquina verdadeira. Algumas vezes até melhor, pois os projetistas colocam tudo que a máquina tem direito (mais  RAM, mais velocidade, mais compatibilidade, etc.)

Sem mais delongas vou listar alguns projetos que considero um “show” de implementação:

 

 

FPGA NES – Um projeto que clona o Nintendo Entertainment System

 

4870462415_0d153c2c55_z FPGA uma Super Solução em Retrocomputação

 

 

 

ATARI 2600 – Um projeto que clona o console do Atari

 

fpga-atari2600 FPGA uma Super Solução em Retrocomputação

 

 

ZBC (Zero Board Computer)Um projeto que implementa um PC-XT

 

Image6-1024x682 FPGA uma Super Solução em Retrocomputação

 

 

 

OCM (One Chip MSX)Um clone do MSX

800px-OCM_007 FPGA uma Super Solução em Retrocomputação

 

Zemmix Neo – Outro clone do MSX

 

5-1024x684 FPGA uma Super Solução em Retrocomputação

 

MISTum Clone de Vários Consoles

 

 

001_o FPGA uma Super Solução em Retrocomputação

 

004_o FPGA uma Super Solução em Retrocomputação

 

 

Máquinas suportadas pelo MIST:

  • ST/STE (alos on SCART 15KHz)

  • Amiga 500/600/1200 ( AGA CORE BETA core)

  • C64 (partially – still developed)

  • Atari 8bit ( 96%)

  • Collecovision

  • ZX81

  • Atari 2600

  • ZX Spectrum with AY, aslo with DIVMMC and ESXDOS

  • SEGA GENESIS

  • Apple

  • MSX

  • AMSTRAD CPC (BETA)

 

ZX-UNO – um Clone do ZX Spectrum do tamanho de um raspberry

 

foto1 FPGA uma Super Solução em Retrocomputação esquema FPGA uma Super Solução em Retrocomputação

 

 

É isso pessoal, acho que tem uma lista bem bacana para brincar. Essas máquinas realmente são um sonho de consumo.

 

Referências:

http://www.embarcados.com.br/armefpga/

http://www.embarcados.com.br/fpgas-substituindo-microcontroladores-simples/

http://www.ni.com/white-paper/6984/pt/

2,455 total views, 2 views today

Modernizando com Monitor LCD no PC-XT

Modernizando com Monitor LCD no PC-XT – Muita gente quer montar seu PC-XT para curtir a nostalgia de rodar um Lotus 1-2-3 ou um Wordstar nos tempos atuais. Porém para matar essa saudade sempre nos deparamos alguns obstáculos no caminho.

O primeiro é encontrar um PC-XT real (nada contra emuladores, pelo contrário, são no mínimo excepcionais). As vezes conseguimos a máquina, mas os periféricos adequados como teclados e monitores já são outra história.

Para ajudar nessa busca vai a dica de um monitor que vai funcionar na sua placa CGA com aquela saída DB-9 (9 pinos) que seu XT tem.

O monitor em questão é esse ai:

 

monitor-positivo-smile-light-563 Modernizando com Monitor LCD no PC-XT

 

Monitor Lcd 15.6 Positivo Smile Light 563

                                                 Especificações Técnicas
Marca: Positivo
Modelo: 563
Tela: 15.6 Polegadas
Tipo: LCD Widescreen
Brilho: 200cd/m²
Contraste: 500:1
Tempo de resposta: 16ms
Dimensão Aproximada: 418 x 348 x 180mm
Resolução Máxima: 1360×768 @60hz
Modos de resolução: VGA 640×350 (70Hz)VGA 720×400 (70Hz)VGA 640×480 (60/72/75Hz)SVGA 800×600 (60/72/75Hz) XGA 1024×768 (60/70/75Hz)SXGA 1360×768 (60Hz)
Número de Cores: 16,7 milhões
Frequência de varredura: Horizontal: 30 – 60 kHz / Vertical: 56 – 75 Hz
Ajuste OSD:
Ajuste de posição(H/V)
Brilho, contraste, fase, clock, volume, autoajuste, nitidez, OSD
Consumo: 9W (ligado) 1,3W (standby)
Entrada VGA: 15 pinos fêmea

Esse monitor, ainda, bem fácil de se encontrar.

O LCD dele é widescreen e, sinceramente em minha opinião, não atrapalha nem um pouco na visualização.

O monitor já está apresentado a vocês, porém para que ele possa funcionar adequadamente no XT temos que construir um cabo adaptando a saída DB-9 da placa CGA do XT para o conector DB-15 no monitor.

Para construir o cabo você vai precisar de:

  • 1 conector com capa DB-9 MACHO
  • 1 conector com capa DB-15 FEMEA (por ser fêmea vai permitir que se possa conectar no cabo de monitor)
  • 30 cm de cabo manga com pelo menos 7 vias ( 7 fios ou mais )
  • (ferro de solda, solda, alicate, etc.)

 

A ligação entre os pinos dos dois conectores deve ser feita conforme o esquema abaixo:

 

AV1-DB9-HD15-DiagramR Modernizando com Monitor LCD no PC-XT CGA-VGA-AdapterR Modernizando com Monitor LCD no PC-XT

 

É importante ressaltar que alguns adaptadores no mercado NÃO são compatíveis  para o que pretendemos, um deles está na figura abaixo:

 

CGA-VGA-Adapter-Wrong-Connect Modernizando com Monitor LCD no PC-XT

 

Note que as ligações do adaptador acima são diferentes e portanto NÃO irá funcionar conforme desejamos.

 

Bom, é isso ai. Abaixo segue as fotos do nosso adaptador funcionando no monitor Positivo 563 com o PC-XT.

 

IMG_0013-e1436896704482 Modernizando com Monitor LCD no PC-XT

 

 

IMG_0009-765x1024 Modernizando com Monitor LCD no PC-XT

 

Modernizando com Monitor LCD no PC-XT

3,270 total views, 3 views today

Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

Emulador de disquetes ou drives no PC-XT

 

IMG_0004-1024x765 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

 

Durante um bom tempo, estive procurando uma forma de transferir arquivos do meu notebook para meu PC-XT de forma fácil. Então, depois de um tempo, percebi que não ia conseguir fazer isso no modo “plug and play”, ou seja de forma transparente, com o que eu tivesse à mão. Assim parti para estudar um pouco como fazer isso.

Tem várias formas para fazer essa empreitada:

  1. Transferencia de arquivos via cabo por porta serial
  2. Colocar um drive de 3 1/2″ externo
  3. Usar o drive de 5 1/4″ (já nativos nos XTs)
  4. Usar um emulador de drive

Além dessas opções, existem outras, mas dentro do contexto que eu queria separei apenas essas. Dentre essas resolvi optar por colocar um emulador de drive (a opção 4), pois só ia precisar de um pendrive para fazer a cópia dos arquivos que baixei no meu notebook e colocar/instalar no XT. Além do mais, alguns programas vem em formatos  e imagens de instalação em forma de discos (360, 720, 1.2 e 1.44), para não ter que ficar extraindo, compondo, alterando os arquivos para depois instalar, o emulador de drive seria perfeito para essa compatibilidade.

Bom, a idéia é simples, mas a implementação disso nem tanto.

Primeiro tive que escolher um emulador de drive que servisse para o que eu queria. Dentre os vários modelos disponíveis no mercado resolvi escolher esse aqui:

DSC_0015-e1368930726965-1024x667 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

 

fig. 1: Emulador de Drive 1.44 mb Modelo Sfr1m44-u100k – Frente

 

DSC_00161-e1368931006772-1024x700 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

fig. 2: Emulador de Drive 1.44 mb Modelo Sfr1m44-u100k – Fundo


Escolhi esse porque além de ser fácil de achar, o preço é melhor, as pinagens de 34 vias para plugar o flat cable são padronizadas, a cor para combinar e o mais importante, ele aceita leitura/gravação de discos de alta densidade 1.44mb e os de menores capacidades também (1.2 mb, 720 kb e 360 kb).

No drive, a única configuração é o jumper para escolher entre drive A ou B, para isso basca fechar o jumper da posição DS0 ou DS1 respectivamente. Esse ponto não é critico nesse momento, pois durante os testes você poderá escolher entre um e outro, conforme a sua necessidade. Você pode baixar o manual aqui se precisar.

Bom, agora é plugar o cabo flat de 34 vias na controladora de disco e no emulador de drive, ligar a alimentação e pronto.


emulador-com-cabos-1024x765 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

fig. 3: Emulador de Drive já com os cabos de energia e dados


IMG_0007-765x1024 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

fig. 4: Cabo Flat já conectado na controladora de discos


Ou quase pronto 🙂 foi o que eu pensei também. Mais a frente vamos ver o porque disso, antes vamos preparar o pendrive particionado com os discos para testarmos.

Agora é preparar um pendrive com as imagens de disco:

Para isso precisa baixar o software da IPCAS para formatar o pendrive em 100 partições (100 discos).

1. Passo: Após instalar o IPCAS, plugue seu pendrive. Se tudo estiver certo, vai aparecer somente os drives removíveis no software (exemplo abaixo drive F:)

tela1-1024x526 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

fig. 5: Tela principal do IPCAS


2. Passo: Clique com o botão direito no drive F ou vá ao menu USB Flash Drive e escolha a opção Format. Na tela que aparece marque as opções conforme a tela abaixo:


tela2 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

fig. 6: Tela de formatação com as opções de densidade de 1.44mb e 100 discos


3. Passo: Clique em Begin to format


tela3 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

fig. 7: Tela do IPCAS formatando o pendrive


Passo 4: Depois de formatado, o software já criou 100 partições ou 100 disquetes para você usar conforme a figura abaixo:


tela4-1024x526 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

fig. 8: Tela do IPCAS com pendrive já particionado e formatado com 100 discos


Note que todos foram formatados como 1.44 mb e estão vazios.

Agora vamos mudar apenas um deles com outro tamanho.

Clique com o botão direito na partição que você quer alterar e escolha a opção format (escolhi a primeira 000).

Configure a tela conforme visto na figura abaixo:


tela5 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

fig. 9: Tela para formatarmos apenas 1 discos


Depois de formatado olha como fica a partição 000.

Ficou com o tamanho de 720kb e com 19% utilizado, essa utilização foi porque ele criou os arquivos de sistema do DOS 6.22 (command.com, config.sys, io.sys), conforme escolhi na tela acima.


tela6-1024x526 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

fig. 10:  Tela mostrando o resultado do disco 000 formatado com 720 kb e com 19% de utilização


Passo 5 e último: Para copiar arquivos nesses disquetes virtuais, bastar dar um duplo clique na partição que você quiser. Isso vai abrir a tela do explorer mostrando o conteúdo dessa partição. No exemplo abaixo cliquei na partição 009 que por sinal está vazia. Agora é só copiar os arquivos que desejar e pronto.


tela7 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

fig. 11: Tela com windows explorer com o disco 009 escolhido por nós para copiar nossos arquivos


Outra forma é clicar com o botão direito na partição que você desejar, escolher a opção Read e na tela que se abre escolha um arquivo de imagem de disco (.img) selecione e pronto. Isso vai gravar a imagem do disco prontinha na partição.


Bem legal né.


Continuando…..


Agora com nosso pendrive pronto e com o emulador plugado, vamos aos testes.

lembra quando falei que parece que estava tudo ok. Não estava, pois no primeiro DIR que dei no disquete apareceu isso ai ó.


IMG_0011-1024x765 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

fig. 12: Primeiro acesso ao drive A: depois de plugar tudo


Isso ocorreu pelo seguinte motivo, a controladora de discos original do PC-XT só acessa discos de 360kb ou 720kb. Mas eu criei várias partições no pendrive de 1.44mb. Então como fazer? Tenho uma boa e uma má notícia:

A má notícia é: Precisa substituir sua controladora de discos.

A boa notícia é: É mais fácil de se encontrar controladoras de PC-ATs do que as usadas em PC-XT

Substituí a controladora com uma que funciona em PC-ATs, como essa da foto ai embaixo:


antiga-placa-controladora-ide-barramento-isa-rara-coleco-14871-MLB20091362633_052014-F-1024x768 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

fig. 13: Placa controladora de discos para PC-AT 8 e 16 bits


Note que o barramento é suporta tanto 16 bits quanto 8 bits. Mas se o barramento do PC-XT é de 8 bits, como vai funcionar. Simples, se você verificar o barramento na placa ela está dividida como se fosse uma extensão da mesma, então você vai plugar apenas a parte da frente da placa, a parte de trás fica solta mesmo. Veja a foto abaixo:


IMG_0007-765x1024 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

fig. 14: Placa controladora de discos plugada no barramento de 8 bits apenas


Essa placa tem várias vantagens, além de permitir que possamos plugar nosso drive de 1.44 (tanto o emulador de drive quanto um drive comum de 3,5), ela ainda nos disponibiliza conexões para porta serial, paralela e de joystick, além de um conector para HD sem ser esse maldito padrão MFM que vem nos PC-XTs (a conexão com o HD ainda não testei, se testaram podem comentar para ajudar outros).

Legal, agora sim já posso utilizar meu emulador de drives?

Ainda não, estamos quase lá, falta o pulo do gato 🙂

Acontece que a BIOS do PC-XT não suporta gerenciar os drives de alta densidade (1.44 mb) adequadamente. Putz, e agora?

Tudo tem solução menos a morte :).

Existe um software chamado 2M-XBIOS, ( pode ser baixado aqui )que pelo que etendi é uma extensão da BIOS do XT para tratar controladoras de discos, ou seja, adequa algumas características da mesma para suportar drives de alta densidade.

Resolvi experimentar.

 

Para usá-la, basta colocar a seguinte linha no seu CONFIG.SYS:

DEVICE=2M-XBIOS.EXE  A:4   B: 1  /13


Os parâmetros do drive A e B estão descritos na tabela abaixo

Tamanho Numero Observação
360K 1
1.2M 2
720K 3
1.44M 4
2.88M 5 Precisa de uma controladora que suporte ED (1 Mbits/s transfer rate)

No exemplo da linha do CONFIG.SYS estamos dizendo que o drive A suporta 1.44 mb e o drive B (normalmente o drive de 5,25 que já vem no XT) suporta 360kb.

 

Esse software só permite que se controle 2 drives, mesmo que o XT possa ter até 4 drives disponíveis. Mas falando sinceramente, 2 é mais do que suficiente para o que pretendemos.

Continuando…. agora basta reinicializar a máquina (sempre reinicie a quente, desliga mesmo a máquina para todos os seus testes) e a seguinte mensagem deverá aparecer durante o processo de boot.

 2M-XBIOS 1.3 installed on A:360K B:1.44M [INT 13h]


Agora sim, você já pode criar sua pasta no drive A, formatar, copiar ou o que sua imaginação inventar.


IMG_0013-1024x765 Emulador de Drive no PC-XT

emulador de disquetes ou drives no pc-xt

fig. 15: Nosso emulador funcionando (detalhe, pedi para ler um disco formatado com 720kb)

Obs: Se precisar dar um boot por esse disco não vai funcionar, pois o arquivo 2M-XBIOS.EXE está no drive C e esse emulador de discos é de 1.44mb, então a controladora não vai trabalhar direito com ele, como explicado no artigo.

 

Atualização 21/08/2018:

Uma atualização que achei muito bacana. Hoje troquei esse drive acima por um de modelo SMUFSSV@1104. Esse modelo de drive da gotek funciona 
com várias outras densidades além de 1.44 Mb. Então para configurá-lo, retire todos os jumpers e só feche o J9 para funcionar em 1.44 Mb. 
Mais detalhes nesse arquivo:  
	User Manual Floppy Drive Gotek - SMUFDDV@1104.

Um outro ponto, muito interessante e, que não tinha conhecimento é que ao invés de usar o 2M-XBIOS.EXE, é possivel usar a diretiva DRIVPARM 
no arquivo CONFIG.SYS do MS-DOS, ele faz o mesmo papel de setar as configurações do drive e, diga-se de passagem, funciona muito bem. 
Basta colocar a linha DRIVPARM=/D:0 /F:7 dentro do arquivo CONFIG.SYS para setar o drive A: com 1.44 Mb.

Mais detalhes sobre o funcionamento dessa diretiva nesse documento 
	DRIVPARM.
Fim da Atualização


Um detalhe que não está totalmente relacionado com nosso tutorial mas que quero registrar e que pode ser um salva vidas para muitos. Se você já tentou instalar um emulador de drive de 720kb por exemplo (muito utilizado em MSX), vai verificar que funciona parcialmente. Porquê? Faça o seguinte, vamos criar uma pasta no drive A, para isso digite:

c:\> a: <enter>

a:\> md pasta1 <enter>

espere a luz do drive apagar e digite

a:\> dir

Ué cade a pasta. Então, não criou, mesmo não dando nenhum tipo de erro. Isso acontece para qualquer operação que você tentar fazer no disco, pode até formatar que não vai dar erro e no final quando der um DIR vai encontrar o disco intacto :).

Conclusão: Não funciona, seu drive vai ficar somente como leitura, pelo menos foi isso que aconteceu comigo.

 


Bom pessoal, o artigo ficou um pouco extenso, resumi o que pude, mas o procedimento tem muitos detalhes que são necessários para funcionar adequadamente.


Por favor, comentem seus testes e se tiverem mais dicas a acrescentar para todos, será bem vindo.

 

emulador de disquetes ou drives no pc-xt


Até a próxima.

3,182 total views, 3 views today

Lista de Monitores que aceitam 15Khz

 

Lista de Monitores que aceitam 15Khz

Android_AppStore_Logo-1 Lista de Monitores que aceitam 15Khz

 

Todos nós que queremos usar nossos computadores antigos ou videogames na melhor definição possível, estamos na eterna procura de monitores que aceitem 15KHz no pino vertical via RGB. Pois somente esses monitores são compatíveis com nossas amadas máquinas.

Pensando nisso segue abaixo uma lista de monitores compatíveis e não compatíveis com essa frequência:

Marca Modelo Tipo Tamanho 15kHz 50/60Hz OBS
Acer V223W LCD/LED 22 Não 60Hz
Acer X183H LCD/LED 18,5 Não 60Hz
Acer P206H LCD/LED 20 Não 60Hz
Acer T232HL LED 23 Sim 60Hz
Acer AL1917 19 Parcial Funciona em modo monocromatico
Advantech FPM-2150G-XCE LCD 17 Não 60Hz
AOC 717FWy-1 LCD/LED 17 Não 50/60Hz
AOC E943Fwsk LCD/LED 19 Não 60Hz
AOC 212VA LCD/LED 22 Não 60Hz
AOC 912VWA LCD/LED 19 Não 60Hz
AOC LM722 LCD/LED 17 Não 60Hz
AOC E943FWSK LCD/LED 18,5 Não 60Hz
AOC E1621W LCD/LED 15,6 Não 60Hz
AOC 716Sw LCD 15,6 Não 60Hz
AOC L229BXA007146 LCD 22 Não 60Hz
AOC F22 LCD 21,5 Não 50/60Hz
AOC LM522 LCD 15 Não 50/60Hz
AOC CM314 CRT 14 Sim
Asus VW227D LCD 21,5 Sim
Aydin Controls SP 1499 CRT 13 Sim
Aydin Controls Spectrum Autosync 9008 CRT 20 Sim
Aydin Controls Spectrum Autosync 9026 CRT 28 Sim
Benq XL2720Z LCD/LED 27 Sim 60Hz
Benq RL2240HE LCD/LED 22 Sim 60Hz
Benq G925HDA LCD/LED 19 Não 60Hz
BenQ BL2205PT LED 21,5 Parcial Funciona parcial
BenQ BL702A LED 17 Parcial Funciona parcial
BenQ BL912 LED 19 Sim
BenQ FFP222Wa LED 22 Sim
BenQ G2420HD LED 24 Sim
BenQ G922HDL LED 19 Parcial Funciona parcial
BenQ XL2410T LED 24 Sim
CCE LN14GW LED 14 Sim 60Hz
Commodore 1042S-D2 CRT 14 Sim
Commodore 1080 CRT 14 Sim
Commodore 1081 CRT 14 Sim
Commodore 1083S CRT 14 Sim
Commodore 1084S/S-P/P/S-P2/D/S-D CRT 14 Sim
Commodore 1085 CRT 14 Sim
Commodore 1940 CRT 13 Sim
Commodore 1942 CRT 13 Sim
Commodore 1950 (AOC CM314) CRT 14 Sim
Commodore 1960 CRT 14 Sim
Commodore 1962 CRT 14 Sim
Commodore 1701 CRT 13 SIm
Commodore 1702 CRT 13 Sim
Commodore 2002 CRT 14 Sim
Commodore 2024 CRT 15 Sim
Commodore 2080 CRT 14 Sim
Dell E173 FP LCD 17 Não 60Hz
Dell WTI-P190S LCD 19 Não 60Hz
DELL U2212HM LED 22 Sim
Dell 2208WPf LCD 22 Não
Dell 2007WFb LCD 20 Não
Dell E176FPC LCD/LED 17 Não 60Hz
DELL U2312HM LED 23 Sim 60Hz
Dell 2001FP LCD 20 Sim Somente para unidades fabricadas até junho de 2005
Dell E1914H LED 18,5 Sim
Dell SR2320L LED 23 Parcial
Dell ST2320L LED 23 Sim
Dell ST2410 LCD 24 Sim
Dell U2311H LCD 23 Sim
Dell U2410 LCD 24 Sim
Fujilink A1901W LCD/TV 19 Sim 50/60Hz
GRADIENTE 2730 LCD/TV 27 Sim 60Hz
HP L185b LCD 18,5 Não 60Hz
HP LE1851W LCD/LED 18,5 Não 60Hz
HP COMPAC LE 1711 LCD 17 Não 60Hz
HP Compaq LA2205wg LCD 22 Não
Langwei monitor chinês, sem modelo LCD/TV 15 Sim 50/60Hz
LG L1742P LCD 17 Não
LG E2050T LED 20 Não 60Hz
LG L192WS LCD 19 Não 60Hz
LG L226WTQ-BF LCD 22 Não 60Hz
LG 26LG30R LCD 26 Não 60Hz
LG W1752T LCD/LED 17 Não 60Hz
LG W1943C LCD/LED 19 Não 60Hz
LG IPS235 LCD/LED 23 Não 60Hz
LG W2252TQ LCD/LED 22 Não 60Hz
LG W2353V LCD/LED 24 Não 60Hz
LG L1750S LCD/LED 17 Não 60Hz
LG L1552S-SF LCD/LED 15 Não 60Hz
LG L1742S LCD/LED 17 Não 60Hz
LG L177WS LCD/LED 17 Não 60Hz
LG L1753T LCD/LED 17 Não 60Hz
LG M1721A LCD/LED 17 Sim 50/60Hz
LG M1921A LCD/LED 19 Sim 50/60Hz
LG M1917A LCD 19 Sim 50/60Hz
LG 950B LCD 19 Sim 50/60Hz
LG E1960T-PN LED 19 Não 50/60Hz
LG L1550S LCD 15 Não 50/60Hz
LG L1553S LCD 15 Não 50/60Hz
LG StudioWorks 560A CRT 15 Não 50/60Hz
LG L1953H LCD/LED 19 Não 60Hz
LG L173sa LCD 17 Não 60Hz
LG 15LC1R LCD 15 Não 60Hz
Mitsubishi Viseo MDT 152X LCD/TV 14 Sim 60Hz
NEC MultiSync 3D/3Ds CRT 14 Sim 50/60hz
NEC Accusync LCD71V LCD 17 Sim 50/60HZ
NEC LCD1550M LCD 15 Sim
NEC LCD1970NX LCD 19 Sim
NEC LCD1970NXp LCD 19 Parcial Funciona parcial
NEC EA193Mi LED 19 Parcial Funciona parcial
NEC LCD51V LCD 15 Parcial Funciona parcial
NEC LCD71V LCD 17 Sim
NOVA LM-522N LCD 15 Não 50/60Hz
Philco TV PH32 LED A2 LED 32 Não 50/60Hz
Philips 215VW LCD/LED 21,5 Não 60hz
Philips 190VW LCD/LED 19 Não 60Hz
Philips 32PFL3403/78 LCD 32 Não 60Hz
Philips 107S LCD/LED 17 Não 60Hz
Philips TV 32PFL3404/78 LCD 32 Sim 60Hz
Philips 32PFL5007G/78 LED 32 Não 50/60Hz
Philips 40PFL4606D-78 LCD 40 Não 50/60Hz
Philips 150S LCD/LED 15 Não 60Hz
Philips TV 42PFL3403/78 LCD 42 Não 60Hz
Phillips 1081 CRT 14 Sim
Phillips CM8833-I CRT Sim
Phillips CM8833-II CRT 14 Sim
Phillips CM8852 CRT 14 Sim
Phillips CM8873 CRT 14 Sim
PLANAR 1520M LCD 15 Sim
Positivo SmileLight 563 LCD 15 Sim 60Hz
Positivo Line 425 LCD/LED 15 Sim 60Hz
Positivo PO15T105S LCD/LED 15 Não 60Hz
Positivo/LG 17″ wide LCD 19 Não
Proview PV-564D CRT 15 Não 50/60Hz
Proview FV726W LCD/LED 17 Não 50/60Hz
Samsung S16B 110 LED 15 Não 60Hz
Samsung 743BX LCD 17 Não
Samsung LN32D550K7G LCD 32 Não 60Hz
Samsung SyncMaster 2232BW Plus LCD/LED 22 Não 60Hz
Samsung SyncMaster BX1931 LCD/LED 19 Não 60Hz
Samsung SyncMaster 933 LCD/LED 19 Não 60Hz
Samsung SyncMaster 540N LCD/LED 15 Não 60Hz
Samsung SyncMaster 740N LCD/LED 17 Parcial 60Hz Não são todos que funcionam. Alguns funcionam, sendo assim alguns precisam ser testados.
Samsung SyncMaster 743N LCD/LED 17 Não 60Hz
Samsung P2470HN LCD/LED 24 Não 50/60Hz
Samsung 623NW LCD 15,8 Não 50/60Hz
Samsung LN40C530F1M LCD 40 Não 50/60Hz
Samsung LN32C450E1M LCD 32 Não 50/60Hz
Samsung SuncMaster 793V CRT 17 Não 50/60Hz
Samsung CM4531 CRT 14 Sim
Samsung CS455i CRT 14 Sim
Samsung Syncmaster 150MP CRT 14 Sim
Samsung Syncmaster 151MP CRT 14 Sim
Samsung Syncmaster 170MP CRT 17 Sim
Samsung Syncmaster 171MP CRT 17 Sim
Samsung Syncmaster 204b LCD/LED 20 Sim 60Hz
Samsung SyncMaster 710N LCD 17 Sim 60Hz
Samsung 713N LCD 17 Sim 60Hz
Samsung 915N LCD 19 Sim 60Hz
Samsung SyncMaster 910T LCD 19 ? 60Hz
Samsung 913N LCD 19 Sim 60Hz
Samsung 915T LCD 19 Sim 60Hz
Samsung 915N LCD/LED 19 Sim 60Hz
Samsung SyncMaster 910T LCD/LED 19 ? 60Hz
Samsung SyncMaster 510N LCD/LED 15 Sim 60Hz
Samsung SyncMaster 710N LCD/LED 17 Sim 60Hz
Samsung SyncMaster 204B LCD/LED 20 Sim 60Hz
Samsung 794 MB CRT 17 Sim
Samsung SyncMaster 750B LCD 17 Sim 60Hz
SAMSUNG SyncMaster 910MP LCD 19 Parcial
SAMSUNG SyncMaster 940BE LCD 19 Parcial
Samsung 940MG LCD 19 Não
Sharp LC-32SV202B LED 32 Não 50/60Hz
SHARP Aquos LC32LE700UN LED 32 Sim
Sony CPD-1302 CRT 13 Sim
Sony CPD-1302A CRT 13 Sim
Sony CPD1402E CRT 14 Sim
Sony GVM-1310 CRT 14 Sim
Sony GVM-1311Q CRT 14 Sim
Sony GVM-2020 CRT 20 Sim
Sony KLV-14AP2 LCD 14 Sim 60Hz
Sony PVM-14M2U CRT 14 Sim 60Hz
Sun PN17JO CRT 17 Não 60Hz
Sun Sunray 170 LCD 17 Sim 60Hz
XEROX XL370b LCD 17 Sim

Na maioria, basta montar um cabo RGB para VGA com a pinagem correta para cada equipamento e pronto.

Essa lista foi alimentada com informações dos próprios usuários e de compilação de outras listas

Caso existam quaisquer divergências nessas informações, por gentileza, comunique-nos que efetuaremos as devidas correções.

Ajude a comunidade, enviando monitores compatíveis ou incompatíveis.

 

Android_AppStore_Logo-1 Lista de Monitores que aceitam 15Khz

14,462 total views, 6 views today

Otimizando o autoexec.bat e config.sys no DOS/Win9x

autoexec.bat e config.sys

Nesse artigo (Otimizando o autoexec.bat e config.sys no DOS/Win9x) você vai encontrar alguns exemplos de arquivos de configuração (autoexec.bat e config.sys) que vai ajuda-lo a executar softwares antigos de forma correta.

Note que existe, também, opções para uma otimização específica desses arquivos. Essas configurações são necessárias se você for executando programas DOS sob win9x.

 

msdos.sys
______________________________________________________________

Quando estiver executando o Win9x com DOS 7.0 ou superior, é preciso verificar algumas opções no msdos.sys:

 

[Options]
;set to 1 if you have another version of DOS installed on the same partition as Win9x
BootMulti=0

;use this in order to allow booting into plain DOS 7.x command line rather than Win9x
BootGUI=0

;use this to preserve memory unless you use DoubleSpace or DriveSpace drive compression
DblSpace=0
DrvSpace=0

;disable the Win9x boot logo, might be helpful to see information produced during config.sys and autoexec.bat processing
Logo=0

;save some memory, might cause problems on some systems though
LoadTop=1

 

config.sys
______________________________________________________________

A primeira versão é um exemplo mais simples. Note que se estiver usando UMBPCI, a área de memória utilizada por ele talvez precise ser alterada devido ao seu tamanho e a localização da BIOS gráfica (bem como outras ROMs instaladas). Você também precisa se certificar que o tamanho da página de 64k não esteja sendo usada se quiser usar EMS. Se estiver usando uma versão diferente do DOS 7.0, substitua todas as ocorrências de “c:\windows” para o diretório do DOS instalado:

 

[common]
rem Enable additional config.sys options
SWITCHES=/f

rem Disable automatic loading of DOS drivers by windows since we can do better
DOS=NoAuto

rem Load DOS into upper memory to conserve conventional memory below 640k
DOS=high,umb

rem Reserve some handles and buffers for DOS functions.
rem Larger numbers provide more buffers at the cost of memory,
rem thus you might need to experiment with them a bit if you
rem experience problems with file access
BUFFERSHIGH=40
FILESHIGH=20
FCBSHIGH=1
LASTDRIVEHIGH=m

rem If you can use UMBPCI by Uli Siebers use the following configuration
rem You´ll also need the QHIMEM driver for getting out the best of it:
DEVICE=c:\drivers\qhmboot.sys
DEVICE=c:\drivers\umbpci.sys /i=e000-efff
DEVICEHIGH=c:\drivers\qhimem.sys /n48

rem If you cannot or do not want to use UMBPCI or QHIMEM, use the standard
rem himem.sys instead:
DEVICE=c:\windows\himem.sys

rem If you are not using the Win9x GUI you might want to run the EMS driver
rem This will also provide UMB memory by using the “ram” option if UMBPCI is not used.
rem Note that this driver is not needed for EMS support while Win9x is running
DEVICEHIGH=c:\windows\emm386.exe ram auto

rem This helper driver is only needed for the Win9x GUI, not for plain DOS:
DEVICEHIGH=c:\windows\ifshlp.sys

rem If you want USB mass storage support under plain DOS, load the USB drivers
rem which can be found on the net:
DEVICEHIGH=c:\drivers\usbaspi.sys /v
DEVICEHIGH=c:\drivers\di1000dd.sys

rem Load a mouse driver if needed
rem Note that Win9x will provide mouse support by its own, thus not needing a mouse driver
rem CuteMouse is recommended due to its low memory footprint and it will load into high memory by default
INSTALL=c:\drivers\ctmouse.exe

rem Load a CDROM driver if necessary
rem Here, QCDROM is used in combination with SHCDX (a MSCDEX replacement) in order
rem to minimize memory usage again
rem Note that Win9x will provide its own driver, thus the following lines are only
rem useful under plain DOS
DEVICEHIGH=c:\drivers\qcdrom.sys /D:mycdrom
INSTALL=c:\drivers\shcdx33a.com /D:mydrom

rem ***insert your soundcard config.sys driver here (if needed)***

 

A segunda versão é baseada no código anterior, porém com a adição de menus que são mostrados no momento do boot. Poderá ser escolhido o Win9x ou diversos outros cenários do DOS.

 

[COMMON]
SWITCHES=/f
DOS=NoAuto
DOS=high,umb
BUFFERSHIGH=40
FILESHIGH=20
FCBSHIGH=1
LASTDRIVEHIGH=m

[MENU]
MENUITEM = win, Windows 95
MENUITEM = emm, DOS mit EMM386
MENUITEM = min, DOS nur mit HIMEM
MENUITEM = dos, DOS-Standard mit USB und CDROM
MENUITEM = nix, DOS ohne alles
MENUDEFAULT = win, 10
MENUCOLOR = 7,0

[win]
DEVICE=c:\drivers\qhmboot.sys
DEVICE=c:\drivers\umbpci.sys /i=e000-efff
DEVICEHIGH=c:\drivers\qhimem.sys /n48
DEVICEHIGH=c:\windows\ifshlp.sys

[emm]
DEVICE=c:\drivers\qhmboot.sys
DEVICE=c:\drivers\umbpci.sys /i=e400-efff
DEVICEHIGH=c:\drivers\qhimem.sys /n48
INSTALL=c:\drivers\ctmouse.exe

[min]
DEVICE=c:\drivers\qhmboot.sys
DEVICE=c:\drivers\umbpci.sys /i=d000-efff
DEVICEHIGH=c:\drivers\qhimem.sys /n48
INSTALL=c:\drivers\ctmouse.exe

[dos]
DEVICE=c:\drivers\qhmboot.sys
DEVICE=c:\drivers\umbpci.sys /i=e400-efff
DEVICEHIGH=c:\drivers\qhimem.sys /n48
DEVICEHIGH=c:\windows\emm386.exe ram auto
DEVICEHIGH=c:\drivers\usbaspi.sys /v
DEVICEHIGH=c:\drivers\di1000dd.sys
DEVICEHIGH=c:\drivers\qcdrom.sys /d:mycdrom
INSTALL=c:\drivers\shcdx33a.com /d:mycdrom
INSTALL=c:\drivers\ctmouse.exe

[nix]

[COMMON]
rem ***insert your soundcard config.sys driver here (if needed)***

 

autoexec.bat
______________________________________________________________

O primeiro código é um versão mais simples de configuração do autoexec. Se estiver usando uma versão diferente do DOS 7.0, altere todas as ocorrências “c:\windows” para o diretório de seu DOS instalado.

 

@ECHO OFF

rem Prettify the command prompt:
PROMPT $P$G

rem Optional: Set a compact DIR listing if preferred
SET DIRCMD=/w

rem Set important directories in the search path (extend it as you need)
PATH=c:\windows;c:\windows\command;c:\windows\system\;

rem Set the Win9x temp directory
SET TEMP=c:\windows\temp
SET TMP=c:\windows\temp

rem ***Insert your soundcard autoexec.bat driver here (if needed)***

rem If the soundcard driver does not set it on its own, you might need to set the BLASTER and
rem maybe the ULTRASND variable as well (make sure the settings fit your hardware configuration)
SET ULTRASND=240,7,7,7,7
SET BLASTER=A220 I5 D1 H5 P330 T4

rem Start windows by hand if autostarting it was disabled in msdos.sys
win

 

A segunda versão é baseada no código anterior, porém com a adição de menus que são mostrados no momento do boot.

 

@ECHO OFF

PROMPT $P$G
SET DIRCMD=/w

PATH=c:\windows;c:\windows\command;c:\windows\system\;

SET TEMP=c:\windows\temp
SET TMP=c:\windows\temp

rem ***Insert optional autoexec.bat drivers needed under both Win9x and plain DOS here***

rem ***Insert your soundcard autoexec.bat driver here (if needed)***

SET ULTRASND=240,7,7,7,7
SET BLASTER=A220 I5 D1 H5 P330 T4

GOTO %CONFIG%

:win

rem ***Insert optional autoexec.bat drivers only needed under Win9x here***

win
GOTO ende

:emm
:min
:nix
:dos

rem ***Insert optional autoexec.bat drivers not needed under Win9x here***

:ende


system.ini
______________________________________________________________

Quando estiver executando o DOS sob o Windows (win9x), algumas opções de configuração são necessárias no arquivo system.ini.

[386Enh]
;Tell Win9x to use the memory between D000 and E000 for an EMS page frame
;Thus, there is no longer the need for EMM386, thus conserving conventional memory
;Make sure the selected memory area is compatible with the one left free by UMBPCI
EMMPageFrame=D000

;Load some parts of Win9x up, this can conserve memory but also cause problems on some machines
LocalLoadHigh=1

;If there are problems with the video BIOS, tell Win9x not to use the memory occupied by it
EMMExclude=C000-CFFF


14,073 total views, 11 views today

Mouse Serial no PC-XT

Depois de muito tempo tentando adquirir um PC-XT, finalmente consegui e de quebra, consegui 2 ao invés de 1.

Configuro para lá, configuro para cá, garimpando várias informações para entender essa arquitetura antiga, além de procurar placas para completar o máximo possível o kit, consegui fazer os 2 funcionarem direitinho.

Mas nunca está bom, acho que é isso que deixa o hobby de retro computação tão legal.

Queria colocar um mouse nos danados.

Assim vamos a odisseia de plugar um simples mouse num PC-XT.

Primeiramente o PC-XT não tem saídas mini dim (encontrados até pouco tempo em PCs normais) e nem tão pouco USB, aliás essa tecnologia nem existia na década de 80.

A comunicação com um mouse era serial mesmo (RS232).

Putz, serial? Então preciso de um mouse serial para funcionar? Sim, isso mesmo, é isso aí.

Colocando um Mouse Serial no PC-XT

 

mouse_serial-300x225 Mouse Serial no PC-XT

 

fig 1 – Mouse Seria com conector DB9

 

Bom, encontrar mouses seriais em 2014 não é tão difícil quanto se possa imaginar, é só procurar no ML ou em sites de produtos para informática que você encontra, inclusive novos e na caixa.

Legal, comprei o mouse, aliás, compreis 2, um para cada PC.

Com os mouses na mão, achei que era só plugar e beleza. Amargo engano… 🙁

Os conectores dos mouses que comprei eram do tipo DB9 e o conector que o PC-XT disponibilizava era DB25.

IMG_0477 Mouse Serial no PC-XT

 

fig. 2 – Conector DB25 serial (mais ao centro) na parte trazeira do PC-XT 

 

 

db25-db9 Mouse Serial no PC-XT

 fig 3 – Pinagem de Conectores DB25 e DB9

 

db25comcapa Mouse Serial no PC-XT

fig 4 – Conector DB25 FÊMEA com CAPA

 

DB9M.1 Mouse Serial no PC-XT

 

fig 5 – Conector DB9  MACHO com CAPA

 

Porque isso? É que os primeiros mouses para o PC-XT vinham com o conector DB25, somente mais tarde é que foram feitos para os conectores do tipo DB9.

200606122204_genius_gm-6_01 Mouse Serial no PC-XT

fig 6 – Antigo Mouse Genius  com conector DB25  FEMEA

O que fazer então? Afinal queria um mouse no XT.

Comecei a pesquisar e imaginar que se um mouse serial que se comunicava por um conector DB25 poderia muito bem se comunicar por um conector DB9.

Assim, encontrei 2 soluções para o problema:

– Primeira opção: Usar uma placa serial que possua o conector DB9

57-1024x1011 Mouse Serial no PC-XT placa_serial_xt-1024x241 Mouse Serial no PC-XT

 

fig 7 – Placa Serial ISA 8 Bits, com um conector DB25 e um conector DB9

Segunda opção: Construir um cabo de DB25 para DB9 (Sim, sim, sim, é perfeitamente é possível).

Bom, na primeira opção, apesar de ser mais simples, fica mais caro e mais complicado para encontrar (teria que achar e comprar duas placas).

Assim, decidi pela segunda opção, visto que são componentes bem fáceis e baratos de se encontrar, além, é claro, do desafio. 🙂

Decidido o que iria fazer, então agora era só colocar a mão na massa e montar o cabo.

Bom, chega de blá, blá, blá, vamos a confecção do cabo.

O esquema que testei e que funcionou perfeitamente foi esse:

 

db9_25_converter Mouse Serial no PC-XT

 

fig 8 – Esquema de ligação dos pinos entre conectores DB25 e DB9

 

Conexão dos Pinos para Conversão entre DB25 e DB9

DB9 DB25 Função
1 8 Data carrier detect
2 3 Receive data
3 2 Transmit data
4 20 Data terminal ready
5 7 Signal ground
6 6 Data set ready
7 4 Request to send
8 5 Clear to send
9 22 Ring indicator

 

Mais detalhes sobre comunicação serial RS232 pode ser encontrados no site Lammert Bies. 

 

Material necessário para fazer o cabo.

 

  • 01 Conector DB9 MACHO com capa
  • 01 Conector DB25 FÊMEA com capa
  • 20 a 30 cm de cambo manga com pelo menos 9 vias (9 fios)
  • 01 Ferro de solda
  • Solda de boa qualidade
  • 01 Lupa de Mesa Articulável (OPCIONAL)

 

A lupa de mesa articulável é opcional, mas por experiencia própria, ela vai ajudar muiiiiito na hora de soldar os fios nos conectores.

 

lupa-de-mesa-articulavel-garras-jacare-lente-aumento-e-pinca Mouse Serial no PC-XT

 

fig. 9 – Lupa de Mesa Articulável

 

O cabo manga é aquele cabo com vários fios dentro, que vai servir para ligar cada pino dos conectores.

 

sk_0680_28_14205_g Mouse Serial no PC-XT

 fig. 10 – Cabo Manga 10 vias

 

Uma dica: Se você tiver aquele cabo de impressora paralela ou matricial, pode usar sem medo, pois é o mesmo cabo.

 


caboimpressora Mouse Serial no PC-XT

 

fig. 11 – Cabo para impressora matricial

O Cabo Pronto

 

 

No final, o cabo deve ficar com esses 2 conectores conforme a figura abaixo.

 

IMG_0476 Mouse Serial no PC-XT

 

fig 12 – Cabo DB25 para DB9 

 

 

Um detalhe importante: No meu caso utilizei um conector DB25 do tipo Fêmea, mas pode ser que seu XT ofereça um conector Fêmea, nesse caso você teria que utilizar um conector DB25 do tipo Macho, ok.

 

 

Testando nosso cabo

 

 

Agora é só plugar o cabo, ligar o PC e testar se o mouse será reconhecido.

 

Na linha de comando do DOS digite MOUSE (software mouse.com que faz parte do pacote do DOS).

 

C:/>MOUSE

 

Se tudo correr bem vai aparecer a seguinte mensagem:

 

IMG_0478 Mouse Serial no PC-XT

 

Pronto, tudo perfeito.

Para finalizar nosso trabalho é legal colocar o comando mouse.com no autoexec.bat ou no config.sys para que o driver seja instalado na inicialização do computador.

 

AUTOEXEC.BAT

LH C:\DOS\MOUSE.COM

ou

CONFIG.SYS

DEVICE=C:\DOS\MOUSE.SYS

 

 

Bom é isso ai. Até o próximo post pessoal.

1,715 total views, 1 views today

^
Translate »